SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
27 Dezembro 2016

Robert Trujillo Recorda Como Era Lidar Com Os Demónios de Ozzy

||
0 Comentários
|

O baixista Robert Trujillo falou sobre a dinâmica de trabalho das três bandas mais famosas das quais fez parte. “Sempre fui o tipo que procurava o meio-termo. Nos Suicidal Tendencies, tínhamos personalidades intensas. Era preciso equilibrar de acordo com o humor de cada um. Com o Ozzy, havia muita energia. Ele enfrentava um monte de demónios. Às vezes, não aparecia para uma sessão de composição, o que deixando-nos zangados e frustrados. Porém, é preciso ser fixe com a pessoa quando ela está nessa situação. Além disso, ele era o chefe. Nos Metallica, procuro compreender as diferenças e actuar como mediador. É importante ter isso com o James e o Lars”

Talvez queira ler também...   Guns N' Roses É A Banda Que Mais Facturou Com Concertos Em 2017

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com