SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
15 Junho 2019

Tarja Turunen Afirmou Que “In The Raw” Será O Seu Álbum Mais Pessoal

||
0 Comentários
|

A vocalista finlandesa Tarja Turunen falou recentemente com Andy Rawll, da revista Record Collector.

Sobre o processo do seu próximo álbum, “In The Raw”:

Tarja: “Eu diria que foi um bocado doloroso. Eu acho que uma certa quantidade de dor é necessária que surja algo algo de bom, quando estamos a falar sobre ser criativo. Mas é uma dor boa, porque depois de eu terminado de escrever as letras do álbum, eu senti-me tão vazia, tão – de certa forma – limpa, mas ao mesmo tempo, eu senti que nunca mais poderia escrever uma única música de novo. Essa foi a parte mais fácil, eu senti-me tão enérgica, e escrevi músicas sempre que voltava para casa de uma tourneé … Foi fácil, mas no final do ano passado eu me senti tão exausta por causa da quantidade de tourneés … mas estou muito feliz por ter passado por isso, porque sinto que é o meu álbum mais pessoal até agora “.

Sobre direcção musical do álbum:

Tarja: “Eu queria que soasse realmente cru e eu trabalhei muito, muito com o Tim Palmer, o engenheiro de mistura, que tem misturado meus álbuns desde o meu segundo disco. Ele conhece-me muito bem. Nós estamos a passar por uma viagem, mas desta vez eu disse: ‘Eu sei, Tim, este não é o teu som, mas isto é o quão longe eu quero que tu vás se você estiveres a a fazer isto comigo.” Foi bom ir até lá, porque agora, finalmente, eu sinto que a banda está lá para dar apoio à minha voz, eu estive em frente de uma orquestra sinfónica muitas vezes e eu tenho todo o apoio deles. Há 80 pessoas a tocar atrás de mim quando estou a cantar, sei que posso contar com elas … mas a mesma coisa tem que acontecer com uma banda de rock. Agora, sinto que finalmente elas estão lá para mim. Não me levem a mal – Eu não tenho uma banda, sou um artista a solo, estes rapazes que estão lá atrás de mim, a apoiar-me, eles estão – a maioria deles – a trabalhar comigo há mais de 10 anos. Em termos de som, este álbum fez a diferença, e eu sinto que já não estou sozinha … Eu sinto-me mais ou menos como quando eu me sentia, ou quando nos sentíamos como uma banda, quando pensamos no álbum “Once” (dos Nightwish”. Foi e é um álbum importante. Eu sinto que este álbum é o meu “Once” .Duvido que consiga fazer um álbum mais pessoal do que este. Gostem ou não, este era uma álbum que precisava lançar.”

Talvez queira ler também...   Mark Morton (Lamb Of God) Anunciou Álbum A Solo Com Convidados Especiais

 

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com