SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
09 Agosto 2017

Produtor Explicou A Falta De Baixo Em “…And Justice for All”

||
1 Comentários
|

Flemming Rasmussen, o produtor dos primeiros álbuns dos Metallica, falou em entrevista ao Alphabetallica Podcast sobre a produção do álbum “…And Justice For All”, frequentemente criticada pelo silencioso som do baixo. O trabalho de 1988 dos Metallica foi o primeiro com o baixista Jason Newsted, que entrou para a banda depois da morte de Cliff Burton.
Rasmussen explicou:
“O que aconteceu foi, nós tínhamos uma mistura que tinha um som muito bom, com muito baixo. E o baixo… Quero deixar isso claro; o baixo do “…And Justice For All” era fantástico. O Jason tocou-o muito bem. Ele provavelmente estava a mostrar que ele tinha valor, que ele era tão bom quanto o Cliff e na minha opinião ele é mesmo. É um estilo diferente, mas é tão bom baixista quanto o Cliff, só diferente.
Eu ouvi as faixas do baixo e elas são realmente incríveis. Soam muito bem, ele toca bem. Mas eles ouviram a misturam e disseram ‘Ok, baixa o volume do baixo, muda isto, isto e isto e baixa mais o volume do baixo”. Por isso é que se mal se consegue ouvir. E depois disso ter sido feito, eles disseram “baixa mais 3 decibéis’.
O motivo para isso eu não faço ideia. Podia ser que eles estavam a sofrer por causa do Cliff. Não faço ideia. Mas imaginem a minha surpresa quando eu ouvi o álbum. Eu fiquei ‘Quê..? O quê?!’
O álbum teve boas críticaas quando foi lançado, e as pessoas ficaram surpreendidas com o som. Ele é muito directo, mesmo “in your face”. O “…And Justice For All” foi provavelmente o álbum que mais influenciou o som de uma geração inteira de bandas de Metal. Eles queriam soar como o “…And Justice For All”. Aquele som bem brutal. Toda vez que eu ouço um baixo e bateria assim eu digo “Desculpem-me por isto. Foi um erro meu.”

Talvez queira ler também...   Lars Ulrich: O Meu Pai Gostou Do Novo Álbum Dos Metallica

1 Response

Deixa um comentário