Os cientistas alertaram que, de momento, se trata de uma possível relação, pois não existem provas definitivas e ainda há que realizar mais experiências.

Em concreto, detectaram um aumento de 18% no risco de sofrer de qualquer tipo de cancro nas pessoas que, como média diária, consumiram 200 mililitros de uma bebida açucarada – aquelas que contêm mais de 5% de açúcar – ou um sumo de fruta natural.

No caso das mulheres, os investigadores detectaram um aumento de 22% no risco de desenvolver cancro da mama.