SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
22 Fevereiro 2021

Os Soundgarden Responderam A Uma Acção Recente Submetida Por Vicky Cornell

||
0 Comentários
|

Os membros sobreviventes dos Soundgarden responderam a um processo movido por Vicky Cornell, a viúva do cantor dos Soundgarden Chris Cornell, dizendo que uma oferta de compra que fizeram a Vicky Cornell “foi grosseiramente descaracterizada”. Os advogados de Cornell descreveram a oferta da banda para comprar a sua parte dos activos dos Soundgarden como “ofensivamente baixa” no processo aberto no Tribunal Distrital dos EUA em Western Washington.

Depois de ficarem em silêncio desde que Cornell entrou com o seu primeiro processo contra a banda em 2019, a declaração marca a primeira vez que Kim Thayil, Ben Shepherd e Matt Cameron tratam deste mais recente processo. “A oferta de compra que foi exigida pelos representantes de Cornell foi grosseiramente descaracterizada e estamos confiantes de que a clareza virá no tribunal”, diz o comunicado.

O processo de Cornell acontece depois que ela pediu aos membros sobreviventes da banda que fizessem uma oferta de compra no ano passado. De acordo com o processo, eles responderam com uma oferta de menos de 300.000 dólares .

Um porta-voz da banda disse num comunicado que a oferta foi baseada em uma avaliação determinada por Gary Cohen, um contador forense e gerente de negócios que conduz investigações de royalties. Essa declaração dizia: “os membros da banda decidiram oferecer várias vezes mais do que o valor calculado por Cohen”. Ele também disse: “Esta disputa nunca foi sobre dinheiro para a banda. Este é o trabalho da sua vida e o seu legado. ”

Isso levou o advogado de Cornell, Martin Singer, a emitir uma declaração, chamando essa afirmação de “absurda e hipócrita”. Ele disse, conforme detalhado no processo, que a banda recebeu recentemente uma oferta de 16 milhões de dólares de uma terceira parte não identificado para comprar as gravações master do grupo, bem como ofertas de compra de 12 milhões e em seguida 21 milhões de Cornell.

Talvez queira ler também...   Metallica Vão Transmitir Online Concerto Antológico De 1983

A banda recusou essas ofertas “não porque quisessem preservar o trabalho das suas vidas, mas porque sabem que farão ainda mais com a exploração futura da música que Chris escreveu e do legado que ele criou (que tem enchido os seus bolsos por anos ) ”, sisse a declaração de Singer.

Os membros da banda disseram no comunicado de sábado que não estão a vender as suas acções: “Todas as ofertas para comprar nossas as participações foram não solicitadas e rejeitadas de imediato.” Além disso, a banda também expressou preocupação de que o controlo de Cornell sobre as contas de redes sociais dos Soundgarden tenha confundido os fãs.

O processo de Cornell pede ao juiz distrital dos EUA que dê um valor à icónica banda de Seattle. O processo revela esforços recentes de ambos os lados para comprar as gravações da banda e outros activos de uma vez. A divisão entre Cornell e Thayil, Shepherd e Cameron começou em 2019, quando Cornell entrou com uma acção para impedir os Soundgarden de usar gravações feitas por Chris Cornell antes da sua morte em 2017 para lançar um álbum final. Esse caso continua em aberto depois de ser transferido da Flórida para Washington no ano passado. Embora não tenha havido nenhum anúncio oficial sobre o futuro, está claro que os membros sobreviventes gostariam de seguir em frente.

Eles começaram novos feeds de redes sociais no verão passado no Twitter, Facebook e Instagram sob o nome de The Nude Dragons – um anagrama para Soundgarden. E a declaração de sábado sugere o que eles esperam que venha a seguir. “Sendo uma banda do estado de Washington desde 1984, temos orgulho do legado musical, do trabalho e da carreira dos Soundgarden”, disseram eles. “Estamos ansiosos para concluir o álbum final dos Soundgarden.”

|

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com