SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
16 Setembro 2021

Ian Gillan Disse Que Uma Reunião Dos Deep Purple Com Ritchie Blackmore “Não Seria Nada Divertida”

||
0 Comentários
|

Ian Gillan falou sobre a sua rivalidade de longa data com Ritchie Blackmore numa nova entrevista com Vikram Chandrasekar dos Tales From The Road.

Questionado se ainda tem contacto com Black e se existe alguma chance de reunião dos Deep Purple com o guitarrista, Gillan disse: “Não. A resposta à tua pergunta é sim, estamos em contacto. As tensões diminuíram bastante depois dee controlarmos os nossos negócios e resolvemos tudo. Havia empresários anteriores que não fizeram as coisas exactamente como gostaria. Não fui pago durante 10 anos quando estive nos Deep Purple – nos grandes anos – e só Deus sabe o que aconteceu com tudo isso. E houve outras tensões também. E nem preciso dizer que tudo foi muito desagradável quando terminámos e o Ritchie foi embora. Mas estamos muito velhos para isso agora.”

E continuou: “Nós dois escrevemos algumas notas agradáveis ​​por meio dos nossos empresários. Não posso escrever para o Ritchie ou telefonar para ele porque ele não tem um telefone, ele não tem um computador. Ele vive na natureza – num mundo medieval, e as mensagens são levadas até ele e esse tipo de coisa. Mas ele enviou-me algumas palavras agradáveis, e eu enviei-as também. Ainda existem problemas; ainda há pontos de discórdia. Já vi muita treta a ser dita – nem vale a pena falar da ocasião – mas eu oiço o David Coverdale [ex-vocalista dos Deep Purple] e outros a falarem sobre o que aconteceu no Rock And Roll Of Fame. Bem, nós fomos muito gentis com todos, a banda actual. E convidámos o Ritchie para tocar ‘Smoke On The Water’ connosco na cerimónia, mas ele recusou. Então, [essas] são apenas observações oportunistas dos outros.”

Talvez queira ler também...   Darkthrone: Disco “A Blaze in the Northern Sky” É Celebrado pela Biblioteca Nacional da Noruega

“Nunca tivemos qualquer antagonismo em relação ao Ritchie”, esclareceu Ian. “Ele tem as suas próprias interpretações, e nós temos as nossas interpretações, então realmente não vale a pena ficar empolgado com isso. Mas eu acho que provavelmente no final de nossa carreira, e com as coisas a acontecerem de forma tão agradável para a banda, seria naturalmente – discutimos isso há anos e anos atrás quando foi falado pela primeira vez – seria um circo e seria uma distracção para tudo o que estamos a fazer, para ser honesto. Não seria nada divertido, porque não já trabalhamos assim.”

Ritchie Blackmore é co-fundador dos Deep Purple e escreveu muitos dos seus riffs mais memoráveis, incluindo “Smoke On The Water”, mas não toca com o grupo desde sua saída.

|

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com