SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
13 Março 2019

Porque É Que A Ressaca De Hoje É Pior Do Que Quando Tinham 20 Anos?

||
0 Comentários
|

Beber uns copos a mais é geralmente um momento de prazer, muitas vezes associado ao convívio com amigos e familiares. Mas quantas vezes a ressaca no dia seguinte vos fizeram mentalmente prometer nunca mais beber? Pois é, não estão sós.

 

De acordo com uma pesquisa publicada em 2013, o ponto de “ruptura” entre uma “vida de bebedeira” e uma “vida de ressacas” mais intensas ocorre, em média, aos 29

Acontece que a juventude realmente acarreta consigo um pouco mais de inconsequência. Os investigadores estimam que em média é aos 25 anos, a altura da vida em que mais consumimos álcool.

Conforme as obrigações adultas chegam, naturalmente tendemos a diminuir a quantidade de bebidas alcoólicas que ingerimos. Consequentemente, com isso, tornamo-nos menos tolerantes a excessos.

Mas não é só, obviamente o envelhecimento também contribui para o mau estar exacerbado, metabolizando menos rapidamente o álcool da corrente sanguínea. O resultado é uma ressaca mais intensa e mais prolongada no dia seguinte.

O fígado é responsável por metabolizar entre 90% a 98% do álcool que ingere. O resto é eliminado através da urina, respiração ou suor. Com o avançar da idade, o fígado torna-se mais lento a processar a quantidade de bebida que ingere.

Outro factor é que a idade é normalmente acompanhada por uma maior acumulação de gordura corporal. Quanto mais gordura tem menor é a produção da enzima desidrogenase, que quebra o álcool no estômago e facilita a sua diluição. Passando assim a concentrar mais quantidades alcoólicas no sangue, ficando por sua vez menos tolerante aos seus efeitos.

Resumindo se já passaram dos 30 anos, bebam menos… o vosso corpo e mente agradecem!

Talvez queira ler também...   Comer Queijo Diminui A Probabilidade De Sofrer Ataques Cardíacos Ou AVC

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com