SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
12 Junho 2019

Cientistas Recriaram Cerveja Que Os Faraós Do Egipto Bebiam Há 5.000 Anos

||
0 Comentários
|

Há evidências de que a cerveja já está com os humanos há pelo menos 13 mil anos, quando a cultura natufiana, um grupo de caçadores-coleCctores que viviam no Mediterrâneo oriental, preparou a bebida para venerar os mortos em celebrações rituais.

Segundo alguns investigadores, é possível até que a cerveja tenha impulsionado a agricultura. Mais tarde, o destino da cerveja correu em paralelo ao das primeiras colónias e civilizações humanas. Na Mesopotâmia, bebiam uma cerveja, que chamaram “kas” em 4.000 a.C. Mesmo antes, em 5.000 a.C, sabe-se que os egípcios faziam o líquido dourado a partir de uma mistura de cevada e água fervida.

No antigo Egitpo, a cerveja fazia parte da dieta diária, relacionava-se com a adoração dos deuses e considerava-se que tinha propriedades curativas. Um grupo de investigadores da Universidade Hebraica de Jerusalém conseguiu criar cerveja a partir da levedura recuperada na superfície de embarcações que foram enterradas pelos antigos egípcios há 5.000 anos.

“A coisa mais maravilhosa é que as colónias de levedura sobreviveram dentro dos contentores durante milénios”, disse Ronen Hazan, um dos líderes da investigação, em comunicado, juntamente com Michael Kutstein. “Graças a estas leveduras antigas, criamos uma cerveja que nos permitiu descobrir como a cerveja era saboreada. E não é má”, ressaltou o investigador, cujo estudo foi publicado na revista mBio.

Talvez queira ler também...   Ciência Diz Que As Mulheres Preferem Maridos Feios Aos Chatos

Deixa um comentário

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com