SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
01 Agosto 2021

Marilyn Manson Afirmou Que Acusações Contra Ele São Um “Ataque Coordenado”

Marilyn Manson iniciou uma acção judicial para rejeitar o processo motivado pela atriz Esmé Bianco contra ele, alegando não ter fundamento.

Em Fevereiro, Bianco foi uma das várias mulheres que relataram casos de abuso físico e psicológico infligidos por Manson. A primeira acusação do tipo veio da atriz Evan Rachel Wood, ex-namorada do músico.

Em abril, Esmé iniciou um processo contra Manson acusando-o de violação e tráfico humano e contou que foi abusada sexualmente enquanto estava inconsciente.

Segundo informações da Billboard, o cantor diz que as acusações feitas por Bianco são falsas e que o caso devia ser arquivado antes mesmo de ir a julgamento. Ele ainda diz que o processo surgiu após o período definido pelo estatuto de limitações, ou seja, os crimes já teriam “expirado” e consequentemente já não são válidos. Ele disse que o atraso deve ter acontecido devido ao “planeamento e criação da história” da actriz, que são “contos distorcidos da realidade”.

Na acção, Marilyn Manson ainda diz que as restantes acusações feitas por várias mulheres contra ele são parte de um “ataque coordenado” em que elas estão “a tentar monetizar e explorar o movimento #MeToo”, afirmando que as relações em questão foram todas “consensuais”.

O processo de Bianco é um dos quatro casos contra Manson, sendo o último a ser divulgado da atriz Ashley Morgan Smithline, que acusa o cantor de violá-la, mantê-la em cárcere privado e realizar tráfico humano.

O músico entregou-se ao Departamento de Polícia de Los Angeles recentemente por conta de uma acusação de agressão de quando ele cuspiu numa cinegrafista em 2019. O cantor foi libertado no mesmo dia após pagar a própria fiança.

Talvez queira ler também...   Dream Theater: John Petrucci Não Quer Que Os Fãs Tenham A “Ideia Errada” De Que Mike Portnoy Irá Voltar À Banda
|

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com