SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
17 Setembro 2018

Jogador Pediu Para Sair, Não Arranjou Clube, Atrasou-se No Regresso, Falhou Exames Médicos E Foi Dispensado

||
0 Comentários
|

Papy Djilobodji, defesa internacional senegalês que passou pelo Chelsea quando o clube londrino foi orientado por José Mourinho, foi a “estrela” de uma embrulhada no Sunderland, equipa à qual estava vinculado desde 2016/17.

O clube recém-despromovido ao terceiro escalão de Inglaterra emitiu uma nota a esclarecer a situação do jogador, que pediu em Junho para sair do clube mas não conseguiu arranjar clube e acabou por voltar à base com um mês (!) de atraso.

«Para facilitar o desejo do jogador, o clube chegou a um entendimento escrito com ele para lhe permitir que passasse o mês de Julho em licença sem vencimento. Quando esse período chegou ao fim, era esperado que o jogador deixasse o clube ou voltasse em forma para jogar futebol. Porém, ele voltou ao Sunderland mais de um mês depois, nas primeiras semanas de Setembro», pode ler-se numa nota publicada pelo clube inglês no site oficial.

O Sunderland refere que o jogador de 29 anos ignorou os constantes pedidos para que regressasse ao clube, tendo-o feito apenas agora. Pior: os resultados dos testes a que foi sujeito para poder retomar a actividade competitiva não foram famosos. «Compreensivelmente, ele chumbou o teste físico», pode ler-se no mesmo comunicado.

Depois disto tudo o tudo o clube rescindiu com Papy Djilobodji, que tinha contrato com o clube até 2020.

Talvez queira ler também...   52 + 41: Esta Dupla De Avançados Profissionais Totaliza 93 Anos

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com