SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
12 Novembro 2019

Taylor Hawkins Revelou Que Quase Deixou Os Foo Fighters Para Se Juntar Aos Guns N’ Roses

||
0 Comentários
|

O baterista dos Foo Fighters, Taylor Hawkins, revelou que, no final da década de 90, quase abandonou a banda liderada por Dave Grohl para se juntar aos Guns N’ Roses quando recebeu uma proposta de Axl Rose.

Enquanto os Foo Fighters estavam em tourneé com o álbum “There Is Nothing Left to Lose”, de 1999, a mãe de Hawkins ligou-lhe para dizer que o agente de Rose tinha entrado em contacto.

“Na altura, o Axl estava a tentar reformular os Guns N ‘Roses”, disse Hawkins ao Classic Rock. “Eles queriam saber se eu queria fazer parte da banda. Pareceu-me bastante surreal”

Hawkins decidiu telefonar a Roger Taylor, dos Queen, à procura de conselhos. O também baterista partilhou uma história semelhante ocorrida no início dos anos 70., quando os ex-membros dos Mott the Hoople, Ian Hunter e Mick Ronson pediram a Taylor que se juntasse a eles.

Contudo, o músico optou por permanecer nos Queen: “Ele não podia imaginar como seria estar no palco sem a presença de Freddie Mercury ou Brian May”, relatou Hawkins ao Classic Rock.

E continuou: “Ele disse: ‘Vejo-te a ti e ao Dave em palco e há lá algo que não se pode comprar. Há algo entre vocês que pode não estar com o Axl Rose’ – e ele estava certo.”

Falando sobre Grohl, ele ainda observou: “Apesar de todas as nossas provações e tribulações, o Dave é como um irmão para mim. Quando subimos no palco, olhamos um para o outro e dizemos: “Está tudo bem, aqui vamos nós’. Vamos entrar no “ringue” juntos.”

Talvez queira ler também...   Flat Earth (HIM, Amorphis) Vão Lançar Um Novo Single A 23 De Março

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com