SuperFM Noticias

Todos os destaques do Rock estão aqui!
26 Maio 2017

Cérebro Dos Pais Responde De Forma Diferente Às Filhas

||
0 Comentários
|

Os homens prestam mais atenção às necessidades dos filhos e têm ainda um cuidado redobrado quando são pais de meninas. A conclusão é de um estudo levado a cabo pelas universidades norte-americanas de Emory e Arizona.

De acordo com a investigação, na qual participaram 52 pais, os homens são mais sensíveis e falam mais abertamente de emoções quando têm filhas e, além disso, conta o ABC, tendem a ter uma linguagem mais analítica no que diz respeito ao sucesso académico da criança, algo que também não se verifica quando têm um filho do sexo masculino.

Quando são pais de um menino, os homens acabam por ter comportamentos rudes e uma linguagem mais relacionada com o rendimento e não tanto com o sucesso.

Para o estudo, os cientistas recorreram a um pequeno dispositivo de bolso que gravava qualquer tipo de som e interacção de forma aleatória a cada nove minutos, tendo o objecto que andar com os pais ao longo de todo o dia. Durante a noite, era deixado no quarto da criança para ser possível detectar qualquer tipo de interacção do homem com a mesma. Os pais foram ainda submetidos a exames de ressonância magnética enquanto viam imagens do seu filho e de outras crianças desconhecidas. Nessas imagens, todos os intervenientes apareciam com um ar ora feliz, ora triste, ora neutro.

De acordo com a publicação espanhola, este exame cerebral permitiu perceber que os pais tinham uma maior resposta da parte do cérebro responsável pelo processamento visual, recompensa e regulação de emoções quando viam as filhas com expressões felizes. Já os pais de meninos respondiam mais facilmente a imagens em que viam expressões neutras. No que diz respeito às expressões faciais de tristeza, tanto os pais de meninas como de meninos responderam de igual forma.

Talvez queira ler também...   Banda De Thrash Com 3 Raparigas Desafia Preconceitos Na Indonésia

Quanto à informação recolhida pelo dispositivo tecnológico, os cientistas norte-americanos conseguiram provar algo que a ciência já tinha abordado: a tendência para os pais falarem mais do corpo da criança quando têm meninas. Mas não só: o estudo mostrou ainda que os pais respondem mais prontamente quando a filha chora ou está em apuros.
Para os mentores do estudo, este comportamento do homem é puramente inconsciente, mas pode, na verdade, interferir com o bem-estar e autoestima da criança.

Deixa um comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com